8 de ago de 2016

Profissional na área da confusão

Hellou pipocas!!!



Segunda feira, dia em que muitos tem uma certa antipatia, bate aquele desanimo, aquele arrependimento por ter ido dormir tardão no domingo.
Por ser pra muitos, o primeiro dia na semana.E para quem tem seu emprego, tem esse luxo de poder reclamar que vai acordar cedo, vai encarar trem ou metrô lotado, e por aí vai...O assunto de hoje, tem cara de segunda feira.Não, nada de mau humor, remelas nos olhos e nada de cabelos cheio de nó e cara amassada de sono.

Vamos falar de trabalho! Já que não possuo um né, pelo menos, posso falar sobre.

Colegas de trabalho que dão muito trabalho:


"Ah trabalho,nada mais trabalhoso que trabalhar."
Como diria, nosso eterno Seu Madruga.Ainda mais quando se tem colegas de trabalho que parecem sair de casa com o proposito de ser o próprio capiroto.E atazanar sua paz e fica atentando sua paciência.

Você até gosta do seu emprego, mas tem aquele colega mala, pé no saco, chato.Você tenta não fica próximo, tenta evitar contato com o olhar, por que sabe que ele é encrenca.

Sua forma de trabalhar sempre é questionada e sua postura dentro da empresa nunca é boa o suficiente para ele.Na verdade, para ele, todos são ruins e só ele trabalha bem e trabalha demais.Se acha mais rápido, mais habilidoso e um profissional completo.

E o pior. O ser, não é seu chefe, não é seu líder, é um colega de trabalho, que tem a mesma função que você,e  que ganha o mesmo que você!
Questiona as decisões dos líderes, contudo, não na frente do mesmo, cria intrigas entre os colegas, cria confusões e deixa o circo pegar fogo.Causando um ar desconfortável na equipe, afetando o rendimento do grupo e causando muitas ulceras.

E se alguém bate de frente com ele, o discurso já vem pronto: "Sou profissional, vou trabalhar com você, mesmo que eu não queira, estou aqui para trabalhar."

É incrível como pessoas assim são comuns no nosso dia a dia.Tem uns que nem reparamos, porque não nos afeta diretamente, uns que sabemos da fama e temos cuidado para não bater de frente, pois não vale a pena. O jeito é respirar fundo e contar, contar muito para não fazer a besteira de querer bancar de Rocky Balboa.

Mas, não existe só esse tipo de colega de trabalho numa empresa, que tal dá uma olhadinha e vê se identifica mais tipos no seu ambiente de trabalho ou se você é um dos tipo abaixo:


O Nojinho:
Ele sempre passa mal durante a semana, ou uma vez no  mês. Seja por qual razão, ele vai faltar ou terá que sair cedo por que não esta se sentindo bem.


O sedutor:
Sabe aquele(a) que acha que pode ficar com qualquer um do setor ou da seção, que se acha irresistível? Ele(a) sempre tá se jogando pra alguém e acredita no seu poder de sedução.


O bobo da corte:
Ele até tenta, as vezes consegue até ser engraçado, mas, se torna mesmo inconveniente.Piadas em horas, locais e com pessoas erradas, muita das vezes coloca nosso bobo da corte em saias justas.Quando tudo o que ele quer, é que o achem legal.

O chefão substituto:
Esse tipo de funcionário, é aquele que quando o líder da sessão precisa sair, deixa ele responsável pelo setor.Pode ser pra cobrir a ausência do chefe por meia hora, só até acabar a reunião... E o funcionário se empolga e coloca o líder nato adormecido pra fora. É como dizem: Se quer conhece uma pessoa dê poder a ela.
                                     


O sem noção:
Ele pega pesado quando o assunto é querer chamar a atenção do grupo. Não mede as consequências de suas ações e muitas das vezes age por impulso. O único a ser prejudicado é ele mesmo, por parece sempre um doido.E nunca ser levado a sério.



O motivacional:
Esse só quer o bem dos companheiros, sempre podem contar com seu apoio e suas palavras amigas.Ele sempre vai te convencer, mesmo você não acreditando, que é capaz para realizar as funções. Seja com abraço, discurso e vale até uma oração.


O atrasado:
Anos de empresa e uma coisa não muda, seu colega sempre chega atrasado.E sempre tem um bom motivo, pode acreditar.



A dupla dinâmica:
Você não sabe se são irmão, primos ou se tem até um caso, mas seja onde um for, o outro vai está lá.Sempre fazem questão de estarem juntos, saírem juntos , enfim é um grude só.Duas cabeças pensam melhor do que uma.Será?


O redes sociais:
Esse sempre tá com um olho no trabalho e o outro no celular, conectado nas redes sociais. Cuidado para não ser conectado direto pra rua.



Nossa galera se eu fica aqui falando dos tipos que encontramos em nossos locais de trabalho, eu vou ter muito trabalho e sem remuneração!
E você gostou do texto de hoje? Conhece outro tipo de funcionário? Mande pra cá.
Curta e compartilhe

E lembre-se: Aqui não é texto pra auto ajuda, ou guia de como viver sua vida.Nem tem contextos científicos . (Isso já deu pra perceber né).


P.s- Sim eu curto o Jim carrey...
Beijinhos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário