1 de ago de 2016

De repente 30













Olá
Hoje quero falar sobre algo que tenho ouvido muito..Não, não é sobre os Australianos,americanos divinos que aterrissaram como anjos em solo brasileiro, nessa semana de estréia das Olimpíadas.E muito menos sobre a crise!




Então se fecha, aquieta essa bundinha e vamos conversar.
Crise existencial, aaaah quem nunca? Ainda mais quando os 30 anos bate a porta, ou já bateu,sentou e em muitos casos, já ate tá de saída.

Ai aparece os questionamentos, as avaliações, os dramas, as falas desconexas e várias bolas de sorvete assistindo masterchefe (Opa, foi mal, isso é particular).

 Os 30 é encarado como o fim de sonhos e projetos, Putz! tenho 30! Acabou a minha vida! Nada mais de baladas,nada mais de encher a cara e ligar para os boys chorando, nada mais de piscina de bolinha,nada mais de ouvir Boyband e dizer que namora com um dos integrantes e nada mais de comer como uma louca e o seu metabolismo super rápido te ajudar a manter o corpo "esbeltico".


Posso começar uma faculdade depois dos 30? 

Não tenho namorado, será que vou arrumar um algum dia?

Quero ter filhos no máximo até os 30 anos, depois não, tô muito velha.

Se eu comprar aquela fantasia linda que vi no sexy shop, vou parecer ridícula? Não tenho idade pra isso.



A vida não acaba ao se fazer 30 anos!

Não é por que você fez trinta, que não possa fazer o que tem vontade, mesmo que pareça sem noção.Afinal, você já tem 30, já é dona de seu próprio nariz... E mesmo, que ainda more com seus pais, você já é bem grandinha para decidir o que quer ou não fazer.

Engraçado,parece que nós mulheres ao ficarmos mais velhas, digo, mais experientes, parece que em vez de usarmos isso em nosso favor, ficamos com medinho, como quando somos novinhas. Que temem em fazer algo errado e passar vergonha na frente do Boy, ou medo de levar bronca da mãe.

Gente, chegar aos 30 hoje me dia,não é mais como era há anos atras, no tempo de nossas mães.Com 30 anos por exemplo, minha mamis já tinha eu e meus dois irmãos e aos 33 anos, ela se tornou viúva.

Hoje estamos mais a vontade, nós cuidamos mais, tanto esteticamente como profissionalmente.Temos uma outra visão sobre família e homens.Somos mais independentes, em todos os sentidos.

Porém muitas ainda sofrem com seus próprios preconceitos, receios e cobranças.Com medo de represálias pelo olhar.Nem sempre, criticas vem em palavras e discursos, você percebe as vezes só num olhar.

Garanto que muitas se sentem mais confiantes e bonitas agora aos 30, do que aos seus 20 ou 27 anos, ou continuam ótimas. Ter essa aceitação é importante, isso reflete em tudo pele,cabelo,sorrisos... até mesmo na maneira de andar. Eu mesmo, rebolo mais agora rsrsrs.


E você? Tem medo dos 30?
Já tá se planejando pra quando chegar o grande dia? 
Mande seus comentários ou dinheiro se quiser, rs, brinks.

Bye, bye 

Nenhum comentário:

Postar um comentário